Página de abertura do sítio > A Reconstituição do Tarot (Tarô) > 10. Ver as cartas do Tarot reconstituído por Camoin et Jodorowsky

_ 10. Ver as cartas do Tarot reconstituído por Camoin et Jodorowsky

Copyright des cartes © Camoin et Jodorowsky
Textes de Philippe Camoin © copyright 2000

../media/TdeM/TMR/H335/
tmt_h335.jpg

O jogo ideal para desenvolver a sua intuição

Pode comprar online este jogo na nossa boutique internet ou em librarias especializadas.

 

O MATE (LE MAT)

Peregrino numa busca espiritual, em movimento. Representa sózinho o Tarot, e também a Alma Humana, a busca de si próprio, de qualquer coisa, mudança, liberdade, movimento, busca, viagem.

 

À INVERSA : Loucura, regressão, recusa em avançar, a pessoa quer voltar atrás, não ousa ir em frente, faz marcha atrás numa decisão.

O MÁGICO (LE BATELEUR)

Representa o trabalho, a hiperactividade. Novo projecto, um novo ciclo que começa. Inicio de um trabalho sem um limite sem saber o que irá chegar. Mágico, ilusionista trabalhando com as matérias primas, ele quer cumprir a sua missão. Trabalho manual. Empregado.

 

À INVERSA : Truque, má manipulação, servir-se do seu poder para ludibriar os outros.

A PAPISA (LA PAPESSE)

Receptividade e passividade, ela simboliza a acumulação dos conhecimentos vindos dos outros: aprender as coisas que outros fizeram. O livro representa a sabedoria, a conexão ao mundo da alma. O seu véu evoca o segredo. A visagem branca reenvia-nos à lua, à pureza. Evoca a mãe. Formação, estudos. Escritura.

 

À L’ENVERS : Recusa de aprender e de receber.

A IMPERATRIZ (L’IMPERATRICE)

Representa o mundo das ideias antes da concretização. Actividade no plano abstracto. Ela acorda a águia, símbolo do mental que se mete em actividade com as suas próprias ideias. A pia de água benta (stoup) indica que a Imperatriz é uma purificadora (límpida, limpar, pura). Criatividade, artista que olha os frutos surgidos da sua imaginação.

 

À INVERSA : falta de ideias, falta de criatividade.

O IMPERADOR (L’EMPEREUR)

Representa aquele que concretiza os projectos. Construtor que mete as ideias da Imperatriz em acção. É jovial (as suas pernas cruzadas em forma de um 4 são um símbolo jupiteriano), corajoso. Ele comanda: É o dirigente esclarecido ideal. Ele passa ao acto.

 

À INVERSA : Personagem tirânico, bloqueio na concretização, medo de passar à acção, de passar ao acto.

O PAPA (LE PAPE)

Representa aquele que transmite, que ensina. Ele é visionário, olha para o futuro. Personagem benfeitora que vai ajudar. O ceptro que ele tem é uma «antena de recepção» das ondas do além. Ele deve transmitir para poder receber. Detêm a sabedoria. Evoca o pai. O teatro.

 

À INVERSA : Bloqueio ou recusa de transmissão, donde de recepção.

OS ENAMORADOS (L’AMOUREUX)

Inspiração, escolha, comunicação com os seres humanos. União sagrada entre o homeme e a mulher. O amor é a experiência fundamental para dominar o plano terrestre. Evoca a problemática da escolha amorosa, fala também da boa escolha, guiada pelo céu que sopra os seus pensamentos. Magnetismo.

 

À INVERSA : Problema de adultério, de escolha ou de comunicação.

O CARRO (LE CHARIOT)

Vitória sobre o plano material, êxito sobre o plano humano ao sair do « campo de batalha », ele é coroado e desprovido de dúvidas e de aleatórios: Ele termina a sua iniciação humana. É um vencedor que sabe o que vai funcionar. Ele tem um poder. Ele pode ajudar os outros. Símbolo de viagem. Evoca o filho.

 

À INVERSA : Recusa ou bloqueio do êxito.

A JUSTIÇA (LA JUSTICE)

Equilibrio financeiro, emocional, mental, físico. A Justiça representa um equilibrista que caminha sobre o fio da sua existência, pesando o que ele faz bem ou mal. Balança kármica, a personagem aprendre a controlar o seu Karma. Ela tem um terceiro olho. A corda do seu desligamento encontra-se ao redor do pescoço, a espada da justiça divina na mão.

 

À INVERSA : Desequilíbrio, problema kármico.

O HERMITA (L’HERMITE)

Mudança de consciência, iniciação: conflito interior, solidão, crise emocional ou económica bem vivida. Representa uma personagem que é um farol para os outros e para si próprio: Produz a sua própria luz. Segura o bastão do poder, é um mágico muito paciente. Símbolo da Imortalidade.

 

À INVERSA : Conflito interior, crise mal vivida.

A RODA DA FORTUNA (LA ROUE DE FORTUNE)

Dominar o seu próprio destino, estar à escuta da sua voz interior para sair da Roda, como a esfinge coroada, que integrou os 4 planos. Implica uma transformação devido às imensas energias dispensadas para este trabalho sobre si próprio. O destino vai agir favoravelmente. Criar a sua própria realidade. Mudança.

 

À INVERSA: Recusa em controlar a sua realidade, resultando em azar.

A FORÇA (LA FORCE)

Milagre que vem salvar, desamarrar um problema que parecia insolúvel. É necessário controlar as suas energias e uma solução inesperada aparece. Noção do Infinito (chapéu em forma de 8, como no Mágico (Bateleur). Pode evocar a sogra. Domínio da sua personalidade pelo seu eu superior. Vigor.

 

À INVERSA: Recusa do milagre. A personalidade assume o relevo. Fraqueza.

O PENDURADO (LE PENDU)

Imobilização bem vivida, espera, parado, interiorização, meditação para dominar a força que acabou de aparecer. Corte das energias zodiacais (12 ramos cortados). Ilusão de atadura, mas pode se desamarrar. Vê o mundo à inversa. Aprisionamento dentro da matéria. Preguiça. Masoquista. Desempregado.

 

À INVERSA: Bloqueio mal vivido, impotência, depressão.

O ARCANO XIII (L’ARCANE XIII

Transformação bem vivida. Símbolo do medo, de si mesmo e da vida, representa também energias negativas, alguém muito enervado, um castrador. É o pequeno guardião do mundo celeste, daí a necessidade de se aperfeiçoar para poder enfrentá-lo. Poder destrutivo. Trabalhar o inconsciente.

 

À INVERSA: Doenças, transformação mal vivida, obscurantismo.

TEMPERANÇA (TEMPERANCE)

O Além, o mundo dos anjos, o desconhecido. Cura (as 2 serpentes: caduceu), economia, evitar os gastos, paciência de anjo. É o Arcano da viagem espacio-temporal. Pessoa que quer ajudar aqueles que sofrem. Ajuda invísivel. Carácter moderado, calma. Concentração. Meticuloso. Médico.

 

À INVERSA: Problema de impaciência, de economia, recusa ajuda.

O DIABO (LE DIABLE)

Representa a ilusão mental, a mentira. Quer nos vender o que já possuímos. Noção de atado, de animalidade. É o grande guardião do mundo celeste, justo antes de entrar na Casa Deus. Pessoa tirânica. Sádico. Afirmação do eu.

 

À INVERSA: Tentações, más intenções, excessiva manipulação.

A CASA DEUS (LA MAISON DIEU)

Aparece a palavra Deus. Se obedecemos a Deus então surge: Abundância (os ouros tombam do céu). Oportunidades incríveis, alegria, a casa do Pai. Iluminação, utilizar os seus dons. Através de provas, a vida obriga-nos a aceitar os seus presentes. Monastério. Casa.

 

À INVERSA: Orgulho (Torre de Babel), recusa da abundância e de Deus, problema com o lado paternal.

A ESTRELA (L’ETOILE)

Representa a humildade, a verdade nua, derivados da fecundidade, prosperidade. Paisagem evoca a harmonia, o Jardim de Éden. É necessário ser ninguém e se ajoelhar para receber as energias das estrelas: O dom da água, o dom da vida. Generosidade. Gravidez.

 

À INVERSA: Recusa de humildade, de se ajoelhar. Problema de orgulho, de fertilidade

A LUA (LA LUNE)

Faz referência ao mundo das emoções, às miragens, à animalidade. Aqui, é necessário controlar as suas emoções e as suas ataduras pelas coisas materiais, então um estado superior ligado à intuição poderá aparecer. Arcano ligado à imaginação, ao passado. A mãe. A Casa da mãe. Vidência.

 

À INVERSA: Disputas. Problemas emocionais, com a mãe, com o passado …

O SOL (LE SOLEIL)

Simbolo da fraternidade: Duas personagens que representam a nossa personalidade e o nosso eu superior reunidos. Comunicação entre seres humanos, amigos, felicidade, construção: Ideia de se associar num projecto caloroso. Auxílio. O Sol brilha. Carta benéfica.

 

À INVERSA: Problema de comunicação com os outros, recusa de construir, de fraternidade.

O JULGAMENTO (LE JUGEMENT)

Revelação de qualquer coisa escondida. Vida nova, boas novas, cura, ressureição, nascimento. Representa a família. Faz referência à reza, à comunicação com o mundo celeste. Estado de consciência transcedental, omnisciente. Carta muito benéfica.

 

À INVERSA: Recusa da cura, de escutar o que têm a nos dizer, de uma nova vida

O MUNDO (LE MONDE)

Realização e êxito total, sobre todos os planos. Quintessência. Outras pessoas colocam-se ao nosso serviço para ajudar. Todo o universo vai ajudar. É uma porta para o infinito com todas as possibilidades. Consciência cósmica. Visão. As 4 direcções. Viagem. Este simbolismo encontra-se sobre as catedrais.

 

À INVERSA: Recusa em se realizar, de viajar









SITE OFICIAL DE PHILIPPE CAMOIN
"O Tarot de Marselha, somos Nós após Séculos"
Copyright © Philippe CAMOIN 1997-2014 Todos os Direitos Reservados
Este site utilisa as cartas do Tarot de Marselha reconstruido por Philippe Camoin e Alexandre Jodorowsky.
Copyright das cartas do Tarot Camoin-Jodorowsky © Philippe Camoin & Alexandre Jodorowsky 1997 Todos os Direitos Reservados


Todas estas páginas e o seu conteúdo (texto, imagens, sons, animações e todas outras formas de média) estão protegidos pelas leis francesas e internacionais sobre o direito de autor e propriedade intelectual. Toda a reprodução está interdita sem o acordo do autor. Toda a pessoa que moral e fisicamente atente contra estes direitos dispõe-se a uma perseguição. As imagens utilizadas nestas páginas estão marcadas electronicamente.
Escola de Tarot de Marselha Philippe Camoin: Cursos de Tarot (Tarô), Estágios de Tarot (Tarô), Formação de Tarot (Tarô ) para Tarólogos profissionais a Lisboa - Porto - Cascais - Algarve
Links amigáveis: Jodorowsky.com - TarotdeMarseille.com - Tarot.info

Visiteurs connectés : 13